Brasil Central dá prosseguimento a projeto de unificação das exportações

Brasil Central dá prosseguimento a projeto de unificação das exportações

Criado em 2017, o projeto entra em fase de consolidação de informações. A conclusão das próximas etapas é decisiva para viabilizar a proposta.

O mês de fevereiro marca uma nova fase para o projeto Estratégia Unificada de Exportações (BrC Exportações). Com a participação de representantes de todos os estados que compõem o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central (BrC), será iniciada a etapa de elaboração da proposta de Agenda Internacional e consulta à produtores e exportadores potenciais por meio de entrevistas. Fazem parte do bloco os estados do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Goiás, Tocantins, Maranhão e o Distrito Federal.

O objetivo do projeto é criar mecanismos de acompanhamento de negociações comerciais, aumentar a influência dos interesses de exportações de toda a região do BrC e fortalecer o posicionamento do bloco em futuras negociações. Para isso, o programa se apoia em dois eixos principais que são a identificação dos principais produtos com potencial de exportação e a construção de uma agenda de exportações unificada.

Agenda Internacional 
A agenda serve como um guia de negociações para os estados. Ela traz uma visão ampla de quais estratégias precisam ser desenvolvidas para fortalecer e aumentar as exportações. Nela são indicadas parâmetros como os países que oferecem mais vantagens comerciais e os itens produzidos pelos entes federativos que despertam maior interesse comercial e vantagem econômica.

A finalização da proposta da agenda unificada de exportações está prevista para o fim de março. Na primeira semana de fevereiro está agendada uma maratona de reuniões por vídeo conferência entre a equipe do Brc – junto com a equipe de consultoria da Macroplan, empresa que auxilia o projeto – com os técnicos de cada estado para apresentar a atual versão da agenda e colher críticas e sugestões de melhorias com o objetivo de consolidar o conteúdo produzido até agora.

Após essa etapa, será desenvolvida uma pesquisa de mercado quantitativa, Survey,  com o objetivo de validar e fazer levantamento de informações mais específicas sobre o mercado. O período previsto para a execução dessa atividade é de 9 a 22 de fevereiro.

Em março, está previsto um seminário regional em Cuiabá (MT). Será promovido uma série de debates, organizados por temáticas, com o objetivo de levantar informações e conclusões para a produção da versão final da agenda.

Por fim, a entrega da agenda será realizada no fim de março, no próximo Fórum de Governadores do BrC, em Goiânia.

Produtos com potencial de exportação

Neste eixo, são desenvolvidos planos setoriais com o objetivo de estabelecer estratégias de exportação para cada produto selecionado. Serão listadas informações como as barreiras que precisam ser trabalhadas para que o produto possa ser comercializado pelo mercado externo.

Para isso, está marcada uma reunião entre os representantes do Consórcio e da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) para o dia 5 de fevereiro. Além disso, durante o período de 19 de fevereiro a 1 de março, serão realizadas entrevistas in loco com vários empresários de cada estado membro do bloco de desenvolvimento com o objetivo de identificar dificuldades. Desta forma, será possível desenhar estratégias assertivas para cada segmento de negócio.

Confira um resumo da agenda: