Compra Compartilhada de Medicamentos do Consórcio Brasil Central abastece Estados com economia em escala

Compra Compartilhada de Medicamentos do Consórcio Brasil Central abastece Estados com economia em escala
consorcio_brasil_central_brc

Durante reunião do Conselho de Administração do Consórcio Brasil Central nesta terça-feira (24/11) o projeto Compra Compartilhada de Medicamento alcançou destaque pela sua capacidade de oferecer, além de medicamentos de alto custo (componente Ceaf) com economia média de 30%, equipamentos de EPI e outros itens no combate e prevenção à Covid-19.

Nesta primeira etapa são 63 itens no valor total de R$ 130 milhões para os medicamentos do componente Ceaf. Até novembro, efetivaram as compras os estados de Goiás, Tocantins, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul totalizando mais de R$ 8 milhões. “É um marco na nossa trajetória. Estamos cumprindo o papel de fazer da união dos nossos consorciados base sólida para produzir resultados para todos,” avalia o secretário-executivo do BrC Jader Afonso.

Adesão à Ata

Ainda estão disponíveis para compras pelas UFs consorciadas nesta Ata de Preços mais de R$ 68 milhões. O prazo para adesão à Ata vai até março do próximo ano. “Estamos trabalhando para que todos os consorciados possam realizar as aquisições previstas e aproveitar a economia,” adianta Jader.

Segundo ele, o projeto comprova a força e união das 7 Unidades da Federação consorciadas – Goiás, Distrito Federal, Tocantins, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Maranhão e Rondônia – para alcançar economia em escala e garantir acesso a itens cujos Estados enfrentavam e ainda enfrentam desabastecimento, tanto do componente Ceaf quanto para o enfrentamento à Covid.

Compras emergenciais Covid-19

As compras emergenciais para combate à Covid-19 para o estado de Mato Grosso do Sul totalizaram R$ 6.870.546,77. Encontra-se em curso, para atender DF, MT, MS e TO, pregão no sistema de registro de preços no valor total estimado de R$ 122.699.083,07. Serão realizados três pregões para o registro de 62 medicamentos e 14 EPI’s para enfrentamento a Covid-19.

O Consórcio Brasil Central também conseguiu junto à empresa Prati Donaduzzi a doação de alguns medicamentos para as UF’s consorciadas, compreendendo o valor total de mais de R$ 120 mil.

Participaram da reunião os Conselheiros das 7 Uf’s consorciadas, além da equipe do BrC.