Governador do Mato Grosso, Mauro Mendes, é eleito novo presidente do BrC

Governador do Mato Grosso, Mauro Mendes, é eleito novo presidente do BrC

O governador Mauro Mendes foi eleito, por unanimidade, nesta sexta-feira (29.11), presidente do Consórcio Intermediário de Desenvolvimento do Brasil Central, para o mandato de 2020, durante o 21º Fórum de Governadores do Consórcio Intermediário de Desenvolvimento do Brasil Central, realizado em São Luis, Maranhão. Mendes será o sucessor do governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, que é o atual presidente, até 24 de janeiro.

“Vamos dar continuidade aos trabalhos do atual presidente e também otimizar cada vez mais o compartilhamento de benefícios positivos e investir nos programas já existentes, como compras conjuntas, pois acredito muito em comprar em escala, baixa ou barata e usar para uma melhor aplicação recurso público “, destacou.

Mauro Mendes ainda ressuscitou os governadores que compõem o consórcio (além de MT e MS, Goiás, Maranhão, Tocantins, Distrito Federal e Rondônia) têm “como objetivo inicial a partir de problemas comuns, soluções de conjunto que podem usar muitas vezes aos usuários, gerando economicidade aos cofres públicos “.

O atual presidente desejável sucesso ao governador e destacou que a troca periódica de comando do consórcio gera oxigenação e mantém o rodízio na direção do bloco.

Trajetória

Mauro Mendes Ferreira nasceu em Anápolis (GO) em 12 de abril de 1964, é empresário e político filiado nas Democratas. Filho de Antônio Mendes e Abadia Sena, Mendes mudou-se para Cuiabá aos 16 anos. É casado com economista e empregado Virgínia Mendes e pai de três filhos.

Na capital do estado do Mato Grosso, formou-se em engenharia elétrica pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e fundou a Bimetal, fabricante de torres de telecomunicações. Mauro Mendes presidiu a Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt) e foi presidente do Sistema Sesi/Senai entre os anos de 2007 e 2010, chgando a ser vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria.

Eleito em 2012, prefeito de Cuiabá, venceu o segundo turno com 169.688 votos (54,65%). ] Durante o mandato, a administração do governo foi aprovada por aproximadamente 80% da população cuiabana, sendo considerada uma das melhores preferências da capital. Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Gazeta Dados, uma gestão diversificada, como a entrega do Hospital São Benedito; da UTI pediátrica; Centro de Distribuição de Medicamentos; cinco escolas; 16 creches (reformando outras 12); parques como o Tia Nair e o Parque das Águas; uma Orla do Porto; e realizar o programa de asfalto e recapeamento do município, cobrando uma área de 500 km. No início de 2018, Mauro ingressou no Democratas. No mesmo ano, elegeu-se governador de Mato Grosso pelo primeiro turno das eleições, com 58,7% dos votos.