Governadores elegem novo presidente do BrC e anunciam Compra Compartilhada de 103 medicamentos

Governadores elegem novo presidente do BrC e anunciam Compra Compartilhada de 103 medicamentos

Reunidos no  21º  Fórum de Governadores do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central nesta sexta/feira (29/11) no Porto de Itaqui, em São Luís no Maranhão, os chefes do Executivo anunciaram o avanço do projeto Compras Compartilhadas de Medicamentos. Serão adquiridos 103 medicamentos no valor de R$ 169 milhões para as unidades da Federação consorciadas, cujos 2 primeiros editais foram publicados nesta semana. São medicamentos de alto custo e a compra compartilhada vai gerar economia estimada em 30%. Este primeiro lote de medicamentos deverá ser entregue no início de fevereiro do próximo ano para as respectivas Secretarias de  Saúde.

Durante o Fórum, os representantes das unidades federativas que integram o Consórcio Brasil Central (BrC) também elegeram o governador do estado do Mato Grosso, Mauro Mendes como novo presidente da autarquia.

Além dele, compareceram ao evento o atual presidente do Consórcio, o governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja; o governador do Maranhão e anfitrião do Fórum, Flávio Dino; o governador de Rondônia, Coronel Marcos Rocha; o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha; e o governador do Tocantins, Mauro Carlesse. O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, por impossibilidade de agenda não participou da reunião.

O presidente do Consórcio tem como função representar e zelar pelos interesses da Autarquia, além de convocar e presidir as reuniões da Assembleia Geral e providenciar o cumprimento das deliberações realizadas durante os encontros. Já ocuparam a cadeira da presidência do Consórcio Marconi Perillo (PSDB – GO), ex-governador de Goiás e Pedro Taques (PSDB-GO), ex-governador de Mato Grosso.

Economia

As Compras Compartilhadas pelo Consórcio representam uma ação inovadora e tem como destaque a transparência, uma vez que será auditada pelas unidades de controle das sete unidades da federação. A ação também vai desonerar as secretarias de Saúde, do grande volume de processos decorrentes dos processo licitatórios de compras. O objetivo do BrC é ampliar o projeto de compras Compartilhadas para outras áreas.

“A lógica do consórcio é discutir o desenvolvimento dos nossos estados.  Nós tivemos grandes avanços, como a publicação dos editais das  Compras Compartilhadas de Medicamentos que terá uma redução de custos nos setes estados. Outro exemplo é escoamento da produção dos setes estados, quanto mais dinâmica estiver as operações dos portos maior será a competitividade dos estados” lembra o governador do Mato Grosso do Sul.

Parceria com o BRB

Os governadores do  BrC assinaram também  um acordo de cooperação com o Banco de Brasília (BRB) para a região do Brasil Central com uma linha de financiamento no valor de R$ 500 milhões. A linha de crédito é voltada para investimentos, construção civil,  rural e para empreendedorismo.

Potencial

Juntas as Unidades reunidas no BrC, concentram população de 26,2 milhões de habitantes e ocupam 28,8% do território nacional. No Congresso Nacional conta com uma bancada de 21 senadores e 75 deputados federais. No âmbito das áreas de atuação existem 6 projetos em franco desenvolvimento e que serão entregues ainda este ano.

O Consórcio Brasil Central (BrC) é uma Associação Pública de natureza autárquica formado pelo Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Rondônia e Maranhão. Foi o primeiro a ser formado no Brasil em 2015.

A dinâmica de atuação aponta para compartilhar soluções e desenvolver ações conjuntas, reduzindo custos na solução de problemas e elevando a competitividade regional. Atualmente 7 projetos estão em desenvolvimento: compras compartilhadas de medicamentos, turismo integrado, logística/infraestrutura, mercado comum, fomento ao desenvolvimento rural e agronegócio, diversificação da pauta exportadora, aliança municipal pela competitividade.