Implantação de projetos é pauta de reunião de Secretários de Estado

Implantação de projetos é pauta de reunião de Secretários de Estado

A primeira reunião do ano do Conselho de Administração do BrC foi aberta pelo governador do Mato Grosso do Sul e presidente do consórcio, Reinaldo Azambuja

O presidente do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central (BrC), o governador do Mato Grosso Sul, Reinaldo Azambuja, em conjunto com secretário-executivo do BrC, Jader Afons, mais os sete secretários dos estados consorciados se reuniram, em Brasília, nesta quinta-feira (9) para 1ª reunião do Conselho de Administração do BrC. Na pauta, a deliberação e a implantação de projetos ligados a saúde, educação, segurança, fomento ao turismo dentre outros temas.

Após passar pela etapa de estruturação, pelo menos três projetos do BrC serão implantados nas sete Unidades Federativas que compõem o Consórcio. São eles o programa Aliança Municipal pela Competitividades (AMC), que propõe uma melhora nas áreas da saúde, educação e segurança pública por meio de ações coordenadas entre Estados e Municípios; Diversificação da Pauta Exportadora, que pretende aumentar valor das exportações da região qualificando empresários e aprimorando cadeias produtivas e as Compras Compartilhadas, que visa reduzir os gastos públicos com a compra de medicamentos por meio do aumento de escala e com métodos de gestão eficientes, este último já com data para ser implementado, com a previsão da primeira compra para novembro deste ano.

Para o secretário-executivo do BrC, Jader Afonso, esta primeira reunião foi importante para o alinhamento com os novos membros representantes dos estados. “Foram repassados para os conselheiros os projetos prioritários do Consórcio Brasil Central, assim como as entregas e os prazos. Além disso, foram apresentados os assuntos e temas nacionais que o consórcio está responsável junto ao Fórum de Governadores, ao Ministério da Fazenda, à Presidência da República e ao Congresso Nacional”, explica Jader.

Além dos projetos, os gestores pretendem até o fim do ano lançar um conjunto de ações para promover o turismo na região, atraindo turistas por meio de soluções que tornem os roteiros turísticos mais competitivos.

Já o secretário de Governo e Gestão Estratégica do Mato Grosso do Sul, Eduardo Corrêa Riedel, avalia que a retomada das atividades do Conselho de Administração do BrC é importante para o processo de renovação dos governadores e dos membros.“Apesar das mudanças, o BrC mantém o que é fundamental que são as suas prioridades e ações convergentes de interesse de todo grupo do Brasil Central. Uma reunião muito produtiva para dar sequência e concretizar os projetos”, afirma Riedel.

Durante o encontro, os secretários discutiram formas de implantar os projetos de modo que toda a população da região possa colher os frutos dos projetos. Além disso, deliberaram sobre a estruturação de outras ações e projetos que colaboraram para o desenvolvimento da região.

O secretário de Administração de Goiás, Pedro Henrique Ramos Sales, também participou da reunião. “Em nome do governador do Goiás, Ronaldo Caiado, reforço a importância do consórcio, não só pelos projetos que desenvolve, mas também por ser uma plataforma que reúne governadores e que precisa ganhar projeção para ter os seus pleitos atendidos em âmbito nacional”, comenta o secretário.

Instância deliberativa

O Conselho de Administração é a segunda instância mais importante dentro da estrutura do Consórcio Brasil Central. Formada pelo Secretário-Executivo do Consórcio e por sete secretários de estado indicados pelos Governadores que representam as Unidades Federativa do Consórcio, o Conselho é responsável por aprovar orçamento anual e deliberar sobre projetos específicos de interesse comum conforme as finalidades do Consórcio, dentre outras atribuições.

Atualmente o Conselho do BrC é composto por:

– Jader Rieffe Julianelli Afonso – Secretário Executivo do BrC

– Ruy Coutinho do Nascimento – Secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico do Distrito Federal

– Pedro Henrique Ramos Sales – Secretário de Estado da Administração do Estado de Goiás

– Antônio de Jesus Leitão Nunes – Secretário de Estado de Governo do Estado do Maranhão

– Basílio Bezerra Guimarães dos Santos – Secretário de Estado de Planejamento e Gestão do Estado de Mato Grosso

– Eduardo Corrêa Riedel – Secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica do Estado de Mato Grosso do Sul

– Pedro Antônio Afonso Pimentel – Secretário de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão – Sandro Henrique Armando

– Secretário de Estado da Fazenda e Planejamento do Tocantins